Oração

EU DEVOREI TUAS PALAVRAS

SEXTA-FEIRA – 11.09.20

OLHAR

Encare as pessoas com este olhar: com a caridade fraterna as comunidades cristãs se tornarão verdadeiramente a manifestação do amor de Deus e da sua presença. Também a situação social em que vivemos, como cristãos,nos chama a testemunhar com a vida, que os conflitos entre as pessoas podem ser resolvidos na caridade.

ORAÇÃO

Concedei Senhor, que vivendo na caridade, na compreensão recíproca e na paciência, ganhemos o coração dos nossos irmãos e tornemos presente entre nós Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso.

CONVICÇÃO

A caridade não se opõe à justiça nem à luta pela justiça, mas à divisão. Na sociedade em que vivemos, porém, a luta pela justiça frequentemente é falha na capacidade para afirmar e edificar unidade e unificação. É, pelocontrário, uma luta que instaura e radicaliza divisões. As pessoas são lançadas numa conflitualidades feroz, que destrói o sentido da pessoa. As nossas comunidades, na experiência da correção fraterna feita com amor e no perdão mútuo, podem apresenta à sociedade um sinal de redenção da conflitualidade, dando assim esperança de verdadeira promoção humanba, aos que corem o risco de perder qualquer sentido de unidade entre os homens e de respeito pela pessoa dele diferente.

COMUNIDADE DE JESUS

Uma comunidade fraterna e reconciliada. Para nós existe a tentação de ler o evangelho em chave individualista. Mas a perspectiva das leituras do domingo centraliza-se decididamente sobre a comunidade dos que creem. Por isso devemos partir do pressuposto de que, como cristãos, formamos a comunidade de Jesus: é neste horizonte que devem ser entendidas as indicações autorizadas da palavra de Deus. Não se tratam, portanto, de exortações humanitárias a comportamentos humanitários em relação ao próximo.