História

História

Década de 60

1969: Desafiado por uma religiosa, e percebendo a necessidade de uma proposta de vida consagrada que respondesse às aspirações dos jovens com quem trabalhava, inicia o Instituto Franciscano Seara.

1969: Em 3 de fevereiro, na casa das Irmãs da Divina Providência, no Ahú, em Curitiba, Frei Eurico escreveu o primeiro esboço da vida no Instituto: o “diretório espiritual.”

1969: Frei Eurico escreveu o livro “diretório espiritual” – 1ª versão.

Década de 70

1971: Frei Eurico escreveu o livro “Normas de Funcionamento da Fraternidade Vêm e Seguem-me.”

1972: Frei Eurico escreveu o livro “Vem comigo, Meu Amor!” (Um apelo diferente à mulher consagrada no mundo moderno).

1973: Frei Eurico escreveu o livro “Manifesto Espiritual Do Arauto.”

1973: Frei Eurico escreveu o livro “Normas de Funcionamento e Programa de Vida Espiritual dos
Arautos.”

1973: Frei Eurico escreveu o livro “Juventude Franciscana.” (documentos básicos da juventude franciscana no Brasil – 3ª edição).

1973: Frei Eurico escreveu o livro “Os Jovens Procuram Cristo.” (Movimento Nacional de Juventude Franciscana).

1974: Frei Eurico escreveu o livro “Salmos Selecionados em Momentos de Oração.” (1974 a 1989)

1974: Frei Eurico escreveu o livro “Quando Alguém se Torna Carisma.” (Teologia do celibato
escatológico).

1975: Frei Eurico escreveu o livro “Seara.” (Boletim oficial dos Arautos).

1978: Frei Eurico escreveu o livro “Levarei Meu Amor à Solidão.”
“Novo Projeto Para Seguir Cristo.”
“Norma de Vida dos Arautos na Seara.”
“Seguirei Teus Passos e Seara.” (Uma proposta de vida consagrada no mundo e a partir do mundo).

1979: Frei Eurico escreveu o livro “Sínteses de Uma Nova Proposta de Vida Consagrada no Celibato Pelo Reino.”

1979: Frei Eurico escreveu o livro “Teologia do Homem Novo.”

1979: Frei Eurico escreveu o livro “Seguindo Francisco – Volume 1.”

Década de 80

1980: Frei Eurico escreveu o livro “Seguindo Francisco – Volume 2.”

1981: Frei Eurico escreveu o livro “Consagração “Nova e Especia” Para Sacerdotes Seculares.”

1981: Em janeiro, Monsenhor Dorronsoro (Roma) responde sobre a apreciação que fez da proposta da SEARA e em fevereiro Frei Eurico assina o texto das Constituições em Assis, na Igreja de São Damião.

1981: Em abril, o Arcebispo de Curitiba, Dom Pedro Fedalto com seus dois Bispos Auxiliares se dispõem a aprovar “ad experimentum” o Instituto nascente. Frei Eurico encontrou o “pai” que procurava porque, dizia ele, era pai de muitos, mas ele mesmo ainda não havia encontrado um pai que o
apoiasse.

1981: Em junho, a sede da SEARA é transferida de Ponta Grossa para Curitiba e Frei Eurico recebeu apoio do Ministro Geral dos Capuchinhos e foi liberado por seus superiores, para dedicar-se com exclusividade ao Instituto e à formação de seus membros.

1981: Em 8 de dezembro, realizou-se a I Assembleia Geral de fundação, na qual, em celebração eucarística, todos os membros renovaram seus compromissos nas mãos do fundador. Eram 22 membros compondo o grupo fundador que, votou o texto das Constituições e elegeu a primeira Animadora Geral.

1982: Frei Eurico escreveu o livro “Eu Devorei Tuas Palavras.”

1982: Frei Eurico escreveu o livro “Testemunhas no Cotidiano.”
(Tradução do nº. 59 da revista italiana “Il Seme”.)

1982: Frei Eurico escreveu o livro “Para que o Mundo Creia.”
(Tradução do original em italiano: Affinché il Mondo Creda).

1982: Frei Eurico escreveu o livro “O Caminho Dos que se Apaixonam por Deus.” (tradução.)

1982: Frei Eurico escreveu o livro “Consagração em Sentido Amplo.” (para pessoas casadas.)

1983: Frei Eurico escreveu o livro “Manual de Formação para a Vida Consagrada.”

1983: Frei Eurico escreveu o livro “História, Natureza e Ideais dos Institutos Seculares.” (entrevista à revista Grande Sinal.)

1983: Frei Eurico escreveu o livro “Eremitério Santa Clara – O que é?”

1984: Frei Eurico escreveu o livro “Eremitério Santa Clara – Metodologia de Retiros.”

1984: Frei Eurico escreveu o livro “Chamados Pelo Senhor – Lições de Postulantes.”

1985: Em dezembro, inaugura-se o Eremitério Santa Clara, reformado com muito trabalho, das mãos do próprio Frei Eurico e dos que o circundavam.

1986: Frei Eurico escreveu o livro ““Chamados Pelo Senhor – Lições Vestibulares.”

1987: Pedido de renovação de aprovação do Instituto Franciscano Seara.

1987: Em 1º de março, por recomendação de Roma, foi dada prioridade à redação das Constituições do Instituto Feminino, aprovadas em Assembleia Geral Extraordinária e encaminhada a Roma no início de maio.

Década de 90

1990: Em 28 de novembro, enquanto preparávamos nossa III Assembleia, cheios de entusiasmo e esperança, Deus bateu em nossa porta, levando nosso pai fundador que, tão ansioso, esperava o reconhecimento canônico da sua obra, que ocorreu dentro de poucos meses.

Por indicação do Ministro Provincial Frei Moacir Busarello, Frei João Daniel Lovatto, passou a acompanhar os membros da SEARA a partir da morte de Frei Eurico, sendo um dos nossos importantes interlocutores nos diálogos com a Igreja.

1994: Em 27 de dezembro, poucos dias antes de nossa Assembleia Geral, recebemos a aprovação como Instituto Secular de Direito Diocesano.

1994: Aprovação Pontifícia em 21 de dezembro.

1994: Ereção Canônica do “Instituto Franciscano SEARA em 31 de dezembro.

1995: No dia 1º de janeiro, houve a celebração da Ereção Canônica do Instituto, com a presença de Dom Ladislau Biernaski, em Missa concelebrada por Frei Lovatto, na qual todos os membros do Instituto renovaram seus votos.

Aconteceu conforme nos dizia Frei Eurico: que a Assembleia de 1990/91 seria a última Assembleia de Fundação, pois a Assembleia seguinte, de 1994/95 já foi Assembleia do Instituto aprovado pela Igreja.